Ministério da Saúde anuncia adoção de uso preventivo de pílula anti-HIV para pessoas em risco

Categoria: Bem estar e Saúde , Criado em Quarta, 24 Maio 2017 13:48, Escrito por VcNaNeT ,
Imprimir

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (24), que adotará a profilaxia pré-exposição (PrEP) contra o HIV para grupos em risco. A estratégia envolve o uso diário do medicamento Truvada (combinação dos antirretrovirais tenofovir e emtricitabina) por pessoas que não têm o vírus. O objetivo é proteger grupos que estão mais expostos ao risco de infecção, como profissionais do sexo, casais sorodiscordantes (quando um tem o vírus e o outro não), pessoas trans e homens que fazem sexo com homens.

Segundo o ministro Ricardo Barros, a pasta já investiu U$ 1,9 milhão na compra de 2,5 milhões de comprimidos de Truvada, o que deve ser suficiente para atender à demanda durante um ano. Barros destacou que o Brasil será um dos primeiros países no mundo, e o primeiro na América Latina, a adotar essa estratégia preventiva.

O medicamento deve estar disponível no SUS para esses grupos 6 meses após a publicação do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas, o que está previsto para ocorrer na segunda-feira (29), segundo o ministério.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também deverá publicar a alteração do registro do Truvada para que ele possa ser usado na PrEP. Hoje, no Brasil, o Truvada é aprovado somente para o tratamento da doença, por isso é necessário uma mudança no registro para o uso em prevenção.

O governo estima que a estratégia será usada por 7 mil pessoas que fazem parte das populações-chave. Para receber o medicamento, o paciente passará por uma avaliação para verificar o quão exposto ele está ao vírus HIV.

Especialistas alertam que esse tipo de estratégia deve ser aliada a outras medidas preventivas. Quem optar por adotá-la, por exemplo, deve ser aconselhado a continuar usando a camisinha, a fazer testes de HIV periodicamente e a tratar outras DSTs, que costumam deixar o paciente ainda mais vulnerável à infecção por HIV.

 


TOMAR SOL PODE AJUDAR EMAGRECER

Categoria: Bem estar e Saúde , Criado em Sexta, 29 Agosto 2014 10:49, Escrito por Danielle Ataújo ,
Imprimir

Cientistas do EUA comprovaram que ficar exposto ao sol entre às 08h e às 12h, reduz o índice de massa corporal - IMC. Esse hábito melhora o funcionamento do relógio biológico

 
tl verãoSegundo artigo publicado na revista Plos One, os raios solares da manhã auxiliam a perda de peso, pois 
regula o "relógio biológico".
 
Os cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade de Northwestern decidiram pesquisar como os efeitos da luz solar, em horários distintos, 
poderia afetar o corpo humano. Ficou definido que 54 participantes seriam monitorados por meio de uma pulseira, que media o tempo e intensidade do sol recebida, durante sete dias. Após uma semana, o horário de exposição ao sol foi alterado, permitindo assim comparar os resultados.
 
"Vimos que o que parecisa estar mais associado com a mudança do IMC era a quantidade e a intensidade de luz obtidas pelos participantes", diz Giovanni Santostasi, pesquisador em neurologia da instituição, e coautor da pesquisa. Ainda segundo Kathryn Reid, professora e pesquisadora da Northwestern, "quanto mais cedo o indivíduo era exposto, mais baixo o índice. Quanto mais tarde, maior o IMC da pessoa" .
 
A pesquisa revelou que é preciso acordar cedo para o corpo apresentar um desempenho melhor. Dessa forma é possível queimar um número maior de calorias. "A luz é o agente mais potente para sincronizar o relógio interno do corpo, que é um sistema que os ritmos circadianos, que por sua vez, regulam o balanço energético. A mensagem é que você dever tomar luz mais brilhante entre às 08h e às 12h, indica Phyllis Zee, também coautora da pesquisa.
 
Segundo os pesquisadores, receber de 20 a 30 minutos de luz solar por dia é suficiente para afetar positivamente o IMC. Mas caso não seja possível adaptar esse hábito à rotina, luzes artificiais podem ser uma alternativa. "A luz é um fator modificável, com potencial para ser usado em programas de gestão de peso. Assim como as pessoas tentam dormir mais para perder peso, manipular a intensidade de luz pode ser outra alternativa no mesmo sentido", afirma Reid.

Capacidade de absorção de nutriente pelo corpo pode diminuir com a idade

Categoria: Bem estar e Saúde , Criado em Terça, 20 Maio 2014 22:04, Escrito por Globo.com ,
Imprimir

alimentos-bemestarSerá que você ingere todos os nutrientes que seu corpo precisa? Às vezes, sem perceber, a dieta pode não ter todas as substâncias necessárias, o que pode afetar a saúde, como explicaram o cirurgião do aparelho digestivo Fábio Atui e a nutricionista Maria Gandini no Bem Estar desta terça-feira (20).

O problema é que essa falta de nutrientes pode demorar a dar sintomas, mas silenciosamente, ela pode, por exemplo, prejudicar os ossos (por falta de cálcio), o aprendizado (anemia de ferro) e até a formação de músculos (falta de proteínas).

Leia mais...